Agnelo Alves assume que é oposição à Rosalba

Segue abaixo artigo escrito pelo jornalista e deputado estadual Agnelo Alves (PDT), pai do ex-prefeito-prefeitável de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), publicado na edição da Tribuna do Norte deste domingo (06).

 

Diminui neste fim de semana a crise na Saúde do Rio Grande do Norte como um todo? Em Mossoró? Em Ceará-Mirim? Em Natal? Especificamente no Hospital Walfredo Gurgel? No Hospital Varela Santiago? No Santa Catarina? Onde melhorou? No Walfredo Gurgel, diminui ao menos uma padiola nos corredores? Morreu menos gente? Os médicos tiveram seus salários resolvidos colocados a níveis justos, tranquilizadores? E os enfermeiros? E o pessoal de apoio? Enfim, o que foi feito pela Saúde?

 

Ah, falta verba? Como falta verba? Por que o Governo, pela sua líder, a governadora Rosalba Ciarlini, não assume, perante a sociedade norte-riograndense, a verdade dos fatos? Quanto o Orçamento do Estado capitula à Saúde para este ano corrente da falta de Graça de 2012? Quanto o Governo Federal manda por mês através do SUS? O Governo do Estado está em dia com as transferências de verbas mensais previstas para a Saúde? Quanto já transferiu em janeiro, fevereiro, março e abril, inclusive no dia 1º de abril, bombado em nome da mentira? Todo o previsto no orçamento? Olhe…

 

Dispensada a colaboração que deve existir por parte específica da Prefeitura de Natal? A Prefeitura não tira nem o lixo das ruas onde estão os hospitais. Por que o Governo não denuncia o que todos os natalenses veem? Está esperando pelas alianças políticas? Enquanto estas alianças não são feitas e declaradas, os corredores do Walfredo Gurgel devem continuar superlotados, com mais doentes do lado de fora à espera (sem desejar, felizmente) que os que estão nos corredores morram (que horror!) ou, por um milagre, escapem graças à dedicação quase religiosa dos médicos, enfermeiros e pessoal de apoio?

 

Governar não é fácil? Quem foi que disse que era fácil? Quem foi que disse que, mesmo sendo difícil, iria resolver todos os problemas, não apenas os da Saúde, mas todos os demais da competência do Governo do Estado? O médico Domício Arruda dedicou-se com sacrifício pessoal e profissional. É homem do bem e de bem. Teve apoio no Governo? Com a sua exoneração está resolvida a crise na Saúde?…

 

Até agora está revelado apenas que o secretário adjunto é uma mossoroense ilustre, esposa de um secretário, também mossoroense, não menos ilustre. Não há mais risco de nova reportagem no “Jornal Nacional” da Rede Globo, mostrando o que todo o mundo sabe pela mídia local?

 

São muitas as perguntas sem respostas que a gente colhe nas ruas, em toda parte, que só não ficarão perdidas se o vestibular, em véspera de extinção, com morte prevista, aproveitar alguma vaga nas macas dos corredores do Walfredo Gurgel. Perguntas que precisam de uma reflexão e uma resposta da governadora e médica Rosalba Ciarlini.

 

O quadro sempre foi assim? Mas ela prometeu mudar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s