Seca gerou até o momento prejuízos de R$ 2 mi em Angicos

Não está sendo das mais fáceis o período de seca no Nordeste brasileiro. Na Região Sertão Central Cabugi o período sem chuvas tem notabilizado prejuízos consideráveis em várias cidades da região e alterações fortes na economia agropecuária.

 

Apesar de medidas paliativas como a venda do saco de milho a R$ 21 para produtores rurais cadastrados na CONAB e a disponibilização de Crédito Emergencial no Banco do Nordeste, não conseguiu se conter os prejuízos econômicos da seca de 2012.

 

Angicos até o momento de acordo com os levantamentos feitos pelos órgãos que atuam na área (EMATER e Defesa Civil) sofreu um prejuízo na agricultura e na pecuária acima de 2 milhões de reais, causando a inflação do feijão (e outros itens alimentícios) e a deflação no valor agregado aos animais que estão diminuindo a capacidade produtiva de leite e perdendo peso. Os prejuízos foram contabilizados sem o término do primeiro semestre de 2012, mas estes valores podem aumentar caso a seca persista também n o segundo semestre do ano.

 

Espera-se que o Governo do Estado libere recursos federais da Defesa Civil para os municípios que estão sendo atingidos pela seca e decretaram estado de emergência ou calamidade pública.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s