Servidor afastado do Banco do Nordeste diz que ‘briga’ do PMDB com o PT prejudica a instituição

Afastado da chefia de gabinete da presidência do Banco do Nordeste sob denúncias de irregularidades, Robério Gress do Vale quebrou o silêncio. Concedeu ao diário cearense ‘O Povo’ uma entrevista radioativa.

 

Revelou que a casa bancária estatal, às voltas com um escândalo que envolve o desvio de mais de R$ 100 milhões em empréstimos fraudulentos, é gerida por uma diretoria integralmente aparelhada por PT e PMDB, os dois maiores partidos da coligação de Dilma Rousseff. Disse que as legendas travam no banco uma “briga” por espaço.

 

“Essa briga está sendo muito prejudicial ao Banco do Nordeste, nos cargos estatutários, porque é um grupo daqui, um dali, é o PMDB que quer ganhar mais espaço e quer foder com o PT”, afirmou Robério. “Então essa questão, eu acho, acaba deixando muitas vezes em xeque a própria administração do banco.”

 

Robério, ele próprio um apadrinhado político do deputado federal José Guimarães (PT-CE), deu nome aos bois. Citou cada um dos seis diretores do banco, vinculando-os aos seus patronos. Eis a teia de vinculações:

 

1. José Sydrião Alencar Júnior, diretor de Gestão do Desenvolvimento: foi indicado pelo deputado petista José Guimarães. Ele “não esconde”

 

2. Stélio Gama Lyra Júnior, diretor Administrativo e de Tecnologia da Informação: apadrinhou-o outro deputado federal do PT cearense, Eudes Xavier.

 

3. Isidoro Morais de Siqueira, diretor de Controle e Risco: de acordo com Robério, foi ao posto “bancado particularmente pelo PMDB do Aníbal Gomes [deputado federal cearense] e do Henrique Eduardo Alves [líder do PMDB na Câmara].”

 

4. Fernando Passos, diretor Financeiro e de Mercados de Capitais: “Aí fica claro que apadrinharam o Passos o Renan Calheiros [líder do PMDB no Senado] e o senador Vital do Rêgo [do PMDB paraibano, presidente da CPI do Cachoeira] e o próprio Michel Temer [vice-presidente da República].

 

5. Paulo Sérgio Rebouças Ferraro, diretor de Negócios: “Tem a chancela do governador [petista da Bahia] Jaques Wagner”, disse o ex-chefe de gabinete da presidênca do banco.

 

6. Luiz Carlos Everton de Farias, diretor de administração de Recursos de Terceiros: “É uma pessoa próxima ao senador Wellington Dias [ex-governador petista do Piaui].”

 

Exonerado pelo telefone, Robério viu-se enredado no escândalo porque algumas das operações suspeitas envolveram a concessão de empréstimos a empresas de dois de seus cunhados. Coisa de R$ 11,9 milhões.

 

Ele confirma que Marcelo Rocha Parente e Felipe Rocha Parente, os donos das empresas encrencadas, são irmãos de sua mulher. Reconhece que tinha conhecimento das operações dos cunhados com o banco. Mas toma distância dos malfeitos sob investigação: “Não contou com a minha participação”.

 

Perguntou-se a Robério se os cunhados não o consultaram. E ele: “Eu sabia que eles estavam com planos de colocar uma indústria de reciclagem, me perguntaram e eu disse: rapaz, o banco está aberto, acho que não tem nenhum impedimento de vocês serem meus cunhados. Mas de nada tratei a respeito nem fiz nada politicamente.”

 

Acrescentou: “Agora, errou, paga! Se eu errar, eu pago! Pago com meu emprego, pago! Agora eu acho que, por enquanto, ser cunhado de alguém que não adotou um procedimento correto não é motivo para fazer essa carnificina comigo.”

 

Robério insinua que seu afastamento visa encobrir problemas maiores. “O alvo não sou eu, eu sou um elemento que dá manchete.” Qual seria, então, o alvo? “Eu acho que as coisas vão aparecer. Eu, hoje, tenho forte sentimento de que isso é para desfocar de uma questão maior. De uma questão maior operacional. Para desfocar de uma questão maior.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s