Fortunati X Manuela: o ‘machista’ e a ‘brabinha’

Candidato à reeleição, o prefeito de Porto Alegre, José fortunati (PDT), acendeu o pavio da rival Manuela D’Ávila (PCdoB) num debate radiofônico ocorrido nesta sexta (28). Submetido a uma saraivada de críticas à sua gestão, Fortunati disse que a antagonista estava “muito brabinha” e que “agressão não leva a nada.” O tempo fechou.

 

Manuela foi à jugular do rival. Chamou-o de “machista”, afeito a “agressões gratuitas” às mulheres. Acusou-o de ter chamado os engenheiros da prefeitura de “vagabundos” e uma repórter de “urubu”. Fortunati viu-se compelido a retirar o “brabinha” que grudara na contendora.

 

Refutou a insinuação de machismo. Disse ter criado na prefeitura uma coordenadoria voltata à defesa dos direitos das mulheres. Chamou de “levianas” as acusações de Manuela. Disse não ter chamado engenheiros de “vagabundos” nem repórter de “urubu”.

 

A refrega verbal ocorreu nas pegadas da divulgação de pesquisas que apontam para uma vitória de Fortunati no primeiro turno. Numa das sondagens, feita pelo Datafolha, o prefeito subiu de 41% para 47%. Algo que, se confirmado nas urnas, o reelegeria com 56% dos votos válidos (excluídos os brancos e nulos). Manuela caiu de 30% para 24%. O novo patamar asseguraria a ela 29% dos votos válidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s