Carlos Eduardo: “Fazer campanha com calúnia e mentira não contribui para o debate político”

O candidato a prefeito Carlos Eduardo (PDT) iniciou sua participação no debate da TV Ponta Negra, na noite desta terça-feira (23), apresentando suas propostas em temas como regularização fundiária, cultura, saneamento básico, turismo, expansão urbana e meio ambiente, saúde, região metropolitana, transparência, orçamento participativo e finanças.

 

O candidato do PDT encerrou sua participação no debate da TV Ponta Negra confirmando sua disposição de manter a reta final da campanha numa linha propositiva, dentro dos temas que interessam à população. “Fazer campanha com calúnia e mentira não contribui para o debate político”, salientou ele, criticando a postura adotada pelo adversário, o deputado estadual Hermano Morais.

 

Ele também deu o mote da gestão que pretende fazer, se for eleito no próximo domingo (28): “Vamos governar Natal com toda a dedicação, com uma gestão profissionalizada e com visão de futuro. Vamos mostrar de novo a força dessa cidade e a sua capacidade de se reinventar”.

 

-Regularização fundiária

 

Carlos Eduardo lembrou ter assegurado a regularização de vários imóveis, dentro do Programa de Urbanização Integrada que promoveu em comunidades como o bairro Nossa Senhora de Apresentação e as comunidades África e Passo de Pátria. “Avançamos muito na nossa gestão”, destacou o ex-prefeito. O programa começou na sua administração, mas deveria ter sido continuado na atual. A África, por exemplo, deveria ter tido suas ações concluídas em 2009. O bairro de Nossa Senhora da Apresentação, em 2012. Está no seu programa de governo a retomada do programa.

 

-Política cultural

 

O candidato do PDT reiterou sua proposta de criação de Secretaria Municipal da Cultura, hoje inexistente. “Para fazer o planejamento da Cultura, potencializar o que foi feito no passado e retomar o que não foi feito na atual gestão”, detalhou ele, explicando as finalidades da nova pasta. “Cultura é a expressão mais forte da identidade de um povo e precisa ser valorizada”.

 

-Saneamento básico

 

Ele pontuou que a Agência Reguladora de Saneamento e Águas do Município (Arsban) vai resgatar o Plano Municipal de Saneamento Básico, abandonado na atual administração. “Isso é fundamental para cumprir o contrato (firmado com a Caern para ampliar a área saneada da cidade) e fazer saneamento com compromisso e planejamento”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s