Rede de Marina ‘pesca’ em águas de Cachoeira

RedeSocialOlharDigitalA que se deve a aversão da sociedade à política? Numa frase: o povo é incapaz de reconhecer o valor ético-moral dos políticos e estes são incapazes de demostrá-lo. O nível anda tão precário que os partidos tornam-se devedores de explicação antes mesmo de nascer.

 

Veja-se o que informa o repórter Vinicius Sassine sobre a Rede, a legenda que Marina Silva tenta erigir. Para obter a certidão de nascimento no TSE, terá de recolher mais de 500 mil assinaturas em pelo menos nove Estados. Demarcou o início do esforço num ato em Brasília, no dia 16 de fevereiro.

 

Entre os presentes havia pelo menos dois personagens tóxicos. Ambos do PSOL de Goiás. A dupla levou para o ato estrelado por Marina a bola de ferro de relações mantidas com ninguém menos do que Carlinhos Cachoeira. Fica a impressão de que partido político limpo é utopia irrealizável. Sobra vontade. Mas falta matéria prima.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s