Líder do PSC sugere ao PT que olhe no espelho

AndreMouraAgCamara

Se quisesse, o PT teria indicado um de seus deputados para a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Preferiu escolher outras comissões. Com isso, abriu a picada que permitiu ao deputado-pastor Marco Feliciano, do inexpressivo PSC, chegar aonde chegou. Agora, o petismo comanda a infantaria anti-Feliciano.

 

Abespinhado, o deputado André Moura (SE), líder do PSC, aconselhou o PT a observar mais detidamente o PT. “Por que não pegar um espelho e olhar para si mesmo e perguntar: por que o PT indica para a Comissão de Constituição e Justiça dois mensaleiros condenados pela mais alta Corte deste país, o STF? Será que julgar a indicação do Feliciano, pelo PSC, é correto para um partido como o PT, que, volto a repetir, indicou dois mensaleiros condenados?”.

 

Moura referia-se aos sentenciados José Genoino e João Paulo Cunha. Desde o início do mês, os dois são felizes integrantes da Comissão de Constituição e Justiça. “Se é para moralizar esta Casa, vamos começar pela Comissão de Constituição e Justiça”, diz o líder do partido de Feliciano. “O PT deveria avaliar sua posição quanto às indicações na Comissão de Constituição e Justiça antes de criticar o PSC.”

 

O que torna a encrenca mais paradoxal e divertida é o fato de o PSC integrar o condomínio governista. A legenda dos cristãos apoiou Lula. Agora, diz amém para Dilma Rousseff. O PT sempre fez sua autocrítica, de preferência a favor. Descobre agora que das outras os amigos se encarregam.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s